Boa tarde amigos,

Posição às 16:00 UTC : 07°29.6N 053°24.1W
Rumo: 304 graus verdadeiros
Velocidade: 5.0 nós

Vento: 12 nós ENE.
Ondas: 2 metros 8 segundos, de alheta – confortável.
141 mn navegadas nas últimas 24 horas

Um dia muito diferente e especial. Imaginem algo pouco provável, ganhar na mega-sena é uma das possibilidades. Na REFENO de 2010 nos envolvemos no resgate do veleiro SAMSARA. O Capitão era o Ricardo que se tornou nosso amigo.

A vida dá voltas e o Ricardo acabou aceitando ser o Skiper do Veleiro PILLARROSSI, um trimarã com 2 mastros, 60 por 14 metros, 200 pés.

Hoje pela manhã a Catarina me acordou com um grito de felicidade – “olha quem está alcançando a gente” – era o PILLAR ROSSI, que aparecia no AIS à 10 milhas de nós. Um encontro por acaso muito pouco provável de acontecer. Ficamos muito felizes. Eles fazendo 9 nós em algumas horas no alcançaram, tiramos fotos uns dos outros e combinamos encontros no Caribe.

Esse encontro trouxe sorte, logo depois pescamos um Dourado. A Catarina acha que ele tinha mais de 8 quilos, eu acho muito, mas não vou discutir. Certamente foi o maior peixe que pescamos. Dois pontos para a isca Lula gay, até agora.

A velejada segue tranquila, tudo bem a bordo.

Abraço, Dorival

Presentes do mar para nós: rever nossos amigos, e ganhar um bom peixe. Tudo em boa hora. Já tinha consumido minhas porções de comida preparada congelada, e ia começar a entrar nas conservas (linguiças, enlatados, embalados à vácuo, etc…). Logo mais voltaremos a navegar em profundidades em que é mais rara a pesca.
Agora só falta a coragem de fazer e assar o pão. Vai ter que ser de madrugada, quando a temperatura cai para menos de 29 graus C. Vale a pena, um paozinho saído do forno, com gergilim. Principalmente, porque não sou eu quem vai amassar.

Catarina